Receita recorrente: 5 motivos para adotar esse modelo

Receita recorrente: 5 motivos para adotar esse modelo

A receita recorrente é uma forma de fazer sua empresa ter um fluxo constante de faturamento. Não importa se você trabalha com produtos ou com prestação de serviços, esse modelo baseado em assinaturas e pagamentos automáticos faz com que sua receita fique sempre positiva. Pode ser uma entrada semanal, quinzenal ou até mensal, a depender das características do seu negócio.

E podemos garantir que você conhece ao menos uma empresa que já adotou essa forma de trabalho! Academias, serviços de streaming, um aplicativo que possui uma versão premium… Em resumo, são todos os sistemas que funcionam com assinaturas de planos — são vários os exemplos que podem ser dados aqui!

Esse modelo de faturamento é tão popular porque possui uma série de vantagens para a saúde financeira de uma empresa. É uma forma de ter estabilidade nas finanças para planejar os próximos passos para o crescimento de seu negócio com tranquilidade. Para te ajudar a entender quão saudável essa prática é para as entradas, iremos falar de 5 excelentes motivos para aderir à receita recorrente.

Ilustração com o título "motivos para aderir a esse modelo de faturamento"

Receita recorrente: 5 motivos para aderir a esse modelo de faturamento

Diversificar as entradas de caixa de sua empresa é uma ótima estratégia. A grande maioria ainda utiliza as chamadas receitas eventuais – produtos ou serviços com pagamento único – como sua única forma de lucrar. Adotar outro método de faturamento ajuda a aumentar a captação de clientes ao oferecer novas possibilidades para o mercado.

A receita recorrente não precisa ser sua única forma de vendas, mas certamente é uma excelente opção. Ela possui vantagens que podem fazer toda a diferença no crescimento de seu empreendimento. Confira os motivos para começar a oferecer essa possibilidade a seu público.

1. Poder prever quanto entrará no próximo mês

Como a receita recorrente é um sistema que usa de assinaturas e um pagamento automatizado, é possível saber qual o saldo que terá para o próximo mês e planejar sobre os valores de gastos fixos e de novos investimentos que serão feitos. Com o registro da quantidade de assinantes, fica simples entender quanto lucrará no fim de tudo.

Em formatos de vendas com pagamento único, não há como ter uma noção concreta das próximas entradas, pois a quantidade de transações podem variar drasticamente. No modelo recorrente, mesmo com os cancelamentos nos planos, essa queda não é tão bruta, já que o capital mensal não inicia no 0 novamente.

2. Otimizar o controle das demandas

Em formas mais tradicionais de negócio onde não há uma forma de prever a quantidade de pedidos, como é possível saber quantas peças de um produto precisam ser feitas? Ou o quanto irá gastar com envios, embalagens e outros processos?

Um dos grandes diferenciais da receita recorrente é conseguir otimizar esse controle e saber exatamente o que fazer, bem como a quantidade de materiais ou manutenções necessárias. Dessa forma o planejamento de gastos e tarefas são feitos com muito mais precisão, não atrasando a entrega de nenhum dos produtos ou serviços.

3. Maior fidelização de clientes

Esse modelo de negócio tem como característica o pagamento facilitado, pois o débito cai automaticamente no cartão do assinante. Tal facilidade é muito importante para a fidelização de clientes, já que o mercado possui uma alta concorrência e qualquer dificuldade em efetivar uma transação é motivo para trocar o fornecedor de um produto ou serviço.

A permanência de assinantes por meses ou até anos ajudam a aumentar a autoridade e reputação de sua empresa. Também demonstra que está oferecendo opções de qualidades para os clientes e pode influenciar em compras futuras de produtos do mesmo nicho, pois procurarão um local que confiam para fechar negócio.

Uma outra prática que pode ajudar a fidelizar assinantes é o clube de vantagens, entenda mais sobre eles nesse material completo que preparamos!

4. Ter estabilidade nas finanças

Com uma carteira sólida de assinantes e um planejamento de gastos – que é feito de forma muito concreta por causa da previsibilidade dos ganhos do próximo período –, uma empresa alcança uma estabilidade financeira muito grande. Dessa forma estará preparada para uma baixa repentina no mercado, ou para imprevistos internos que demandem pagamentos não programados.

A receita recorrente é uma forma de faturamento sustentável e que se paga desde os primeiros meses de implementação, por isso torna as empresas tão estáveis com o tempo. Se quiser entender mais sobre administração de vendas, temos um texto que explica com detalhes como otimizar esse setor de sua empresa.

5. Gerar um maior potencial de expansão

Ao fidelizar a clientela, melhorar a estabilidade financeira, otimizar os processos e demandas, é claro que a receita recorrente acaba gerando um maior potencial de expansão. A ampliação dos serviços e produtos oferecidos, aumento da equipe para poder aceitar e atender mais assinantes em seu sistema, ou até mesmo uma melhoria nos materiais ofertados para os funcionários que elevam a qualidade de trabalho: tudo isso pode ser alcançado a partir de uma mudança no faturamento.

E agora que entende o motivo desse sistema estar tão em alta, veja o que é necessário para implementá-lo em sua empresa!

Ilustração com o título "como implementar a receita recorrente em sua empresa"

Entenda como implementar a receita recorrente em sua empresa

Não adianta dar várias ideias e apresentar vantagens, mas não dar um norte para começar a adotar esse modelo de negócio, certo? Como todo processo novo, é difícil saber por onde começar ou o que procurar. A SG Sistemas quer facilitar essa mudança em sua empresa, por isso aqui vão alguns direcionamentos:

  • Para começar com o pé direito, estude o mercado em que quer se inserir. Veja referências de marcas de seu nicho e procure absorver o melhor de cada método;
  • Busque entender como seu produto ou serviço pode ser enquadrado no modelo de pagamentos recorrentes. Opções premium de algo que já está em seu catálogo (como um aplicativo ou um aumento na quantidade de produtos de um kit) pode ser uma saída para seu problema;
  • Nem todas as pessoas possuem a mesma condição financeira, portanto crie variações de um plano de assinatura, modificando as quantidades/possibilidades o que é ofertado e os valores;
  • Encontre um bom Sistema ERP para seu negócio. Eles servirão para gerir e automatizar a renovação das assinaturas e os pagamentos.

Com esses passos você já pode iniciar a transformação das finanças de sua empresa com a receita recorrente. O que achou desse método? Deixe seu comentário falando se já conhecia essa forma de faturamento! Não deixe de ler nosso conteúdo sobre o que é ERP e entender mais sobre o que pode vir a ser seu maior aliado na gestão dos negócios!

Roger Toshi

Roger Toshi, apaixonado por tecnologia aplicada ao varejo, é formado em Direito pela Unicesumar, com MBA em Gestão de Pessoas e Liderança pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2017 atua como gerente Administrativo e de Marketing da SG Sistemas.

Deixe um comentário