Parceria de sucesso: como escolher aliados para seu negócio

Parceria de sucesso: como escolher aliados para seu negócio

Uma parceria de sucesso no ramo empresarial é como um casamento: ambas as partes precisam estar felizes, ter comprometimento, objetivos em comum e expectativas de melhoria. Caso contrário, o futuro é o divórcio.

Por isso, os empreendedores precisam de um guia prático e de conhecimento da sua própria empresa para unir forças e levar sua mensagem, vender seus produtos e conquistar novos clientes de forma assertiva. 

Nós da SG Sistemas preparamos um conteúdo exclusivo para te ajudar nessa missão, conhecer os desafios e, é claro, as vantagens de firmar parcerias com empresas. Adiantamos que uma delas é ter a chance de oferecer, aos consumidores, novos produtos e serviços.

Como ter vantagens na parceria: comece pelo estudo

Ao buscar parceiros para complementar seu ramo de negócios, é preciso realizar uma análise interna sobre o que seu negócio tem a oferecer e quais são suas necessidades. Se a sua empresa é grande, vale a pena selecionar uma equipe inteiramente para isso.

Ao identificar suas qualidades e defeitos, realize uma pesquisa de mercado com as empresas que complementam o seu negócio para que juntos possam oferecer serviços/produtos que fazem sentido para o cliente e que tenham qualidade. Mas, antes de seguir a leitura, o que é uma parceria? 

Um exemplo de parceria: uma rede de supermercados oferece uma variedade de produtos e serviços, certo? No entanto, não tem sua própria produção, assim, pode buscar parcerias com distribuidoras e até mesmo veículos de imprensa para unir forças e oferecer serviços de qualidade de forma assertiva aos seus clientes. 

As vantagens da união entre empresas são oferecer algo a mais à clientela, conquistar novos consumidores, educar o mercado com suas missões e valores e, é claro, ter mais lucro.

Convidar parceiros e assinar um contrato: saiba como agir

Depois de analisar o seu negócio e buscar possíveis parceiros, é preciso fazer a proposta de parceria. Você pode realizar o primeiro contato por e-mail ou até mesmo pelo telefone. É importante apresentar a missão e valores da sua empresa, o que você oferece e o que a parceria pode render para ambos.

Ao conquistar a união, faça um acordo com os termos legais para ter a certificação de que todas as ações e projetos serão desenvolvidas. Além disso, no contrato, deve conter o que pode acarretar caso um dos parceiros saia do projeto e o que o descumprimento das tarefas pode ter como consequência.

Outro ponto importante é citar a data de início e fim da parceria e os envolvidos oferecerão ao negócio. Resumindo, antes de criarem asas para voar, é necessário ter uma estrutura sólida e com certificação documentada para que nenhuma das partes se prejudique, mesmo se o seu negócio for de pequeno porte. 

Crie uma agenda de comunicação: contato constante

Depois de fechar o contrato, marque uma reunião com a equipe do seu parceiro, envolvendo os principais profissionais que estão envolvidos no projeto. Nesse momento, é importante elaborar uma agenda de comunicação.

Ou seja, conversem sobre os planos e projetos que pretendem implantar durante o período da parceria e crie uma agenda com reuniões, check-ins das tarefas e encontros para analisar os resultados.

Caso você ou seu parceiro não sejam muito comunicativos, vale a pena criar uma estrutura adaptada com suas características para apresentar os desafios, planos e resultados de forma objetiva e organizada.

Também é importante garantir uma comunicação regular, assim, vocês conseguem resolver até as mais difíceis situações, como a ruptura de estoque, que é muito comum entre as grandes empresas. Aproveite para saber mais sobre ruptura de estoque no nosso post e veja a maneira mais efetiva de evitar esse problema. 

Ação: é hora de executar a parceria

Agora é hora da ação! A parte mais ativa de uma parceria empresarial é iniciar os projetos e trabalhar em prol dos seus objetivos. Nesse momento, vocês precisam usar a imaginação para desenvolver ações únicas que beneficiem ambas partes.

Assim como no casamento, acontecerão algumas crises e toda a estrutura pode ser balançada. No entanto, aproveite a agenda de comunicação ao seu favor e busque soluções assertivas para ter um relacionamento duradouro e saudável.

Ambos parceiros querem render frutos e expandir seus negócios, não é mesmo? Então, sempre tenha em mente que as ações devem ser pensadas em conjunto e de uma forma que traga vantagens para todos os envolvidos. 

Recebendo os frutos e analisando os resultados 

Finalmente chegou a hora de ver os frutos da parceria! Com suas ações sendo executadas, agora é o momento de receber em troca todo o seu estudo, planejamento e ação e analisar todos os seus benefícios e as dores.

A sua parceria pode ser tranquila ou complicada, no entanto, vale a pena fazer tudo da maneira mais simples para que ambas as partes possam aproveitar o acordo da melhor forma.

Desde as parcerias de empresas menores até as maiores, esse trabalho nada mais é do que a união de pessoas com um único objetivo. Então, sempre seja sincero para identificar e explanar se a união vale a pena ou se não, caso a resposta seja negativa, pelo menos você teve mais conhecimento e experiência. 

Agora você está apto para criar parceria com outras empresas e elevar ainda mais o seu nível de eficiência no mercado? Esperamos que este conteúdo tenha te ajudado a analisar, planejar e principalmente agir para ter ainda mais sucesso. Por fim, se você tem alguma opinião ou pergunta, deixe aqui nos comentários para que possamos te ajudar! Até mais.

Roger Toshi

Roger Toshi, apaixonado por tecnologia aplicada ao varejo, é formado em Direito pela Unicesumar, com MBA em Gestão de Pessoas e Liderança pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2017 atua como gerente Administrativo e de Marketing da SG Sistemas.

Deixe um comentário