Serviço à francesa vs. à inglesa: você sabe as diferenças?

Serviço à francesa vs. à inglesa: você sabe as diferenças?

Saber diferenciar o serviço à francesa e o serviço à inglesa é algo que não deve ser de conhecimento apenas de quem organiza celebrações particulares, mas também dos gestores de restaurantes e demais food services.

Para quem inovar em um food service, dar aquele up no layout do restaurante é um bom início, e cuidar da decoração do espaço que recebe os clientes também, mas você imaginava que a mesa posta é essencial para maravilhar seu cliente de vez? A comida de qualidade a gente já sabe que você oferece, não é? Vamos então ao serviço de mesa posta!

O que é serviço de mesa posta?

O que é o serviço de mesa posta

A maneira como a refeição é servida para os consumidores – e usualmente realizada pelos garçons – em restaurantes ou eventos é o que é chamado de serviço de mesa.

Esse método de disponibilização do serviço de mesa não é a feito aleatoriamente, de modo que alguns critérios devem ser analisados com cautela:

  • itens do cardápio;
  • espaço na mesa;
  • o número de lugares na mesa;
  • quantidades de pratos disponíveis (entrada, prato principal e sobremesa, por exemplo);
  • o estilo do ambiente (formal, descontraído);
  • o público a ser atendido.

A partir destes direcionamentos, escolher o estilo de mesa posta mais adequado fica bem mais simples e quase intuitivo. E acredite, não é só pelo prazer visual, mas a organização também demonstra a qualidade do serviço e aumenta a satisfação do cliente, ok?

Existem muitos estilos de serviço de mesa?

Na verdade, sim. O atendimento de qualidade em um restaurante ou demais foods services é tão importante quanto o sabor da comida comercializada, e o serviço de mesa se encaixa nesse contexto. Levando em consideração as premissas acima, definir qual formato de serviço será adotado é essencial para o otimizar o valor percebido pelo cliente.

Os serviços mais conhecidos são:

  • serviço volante;
  • serviço empratado;
  • serviço à americana ou buffet;
  • serviço à brasileira;
  • serviço à francesa;
  • serviço à inglesa (direto e indireto);
  • serviço à russa.

Nesse post não iremos aprofundar o conhecimento sobre todos eles, mas apenas acerca dos dois mais conhecidos e escolhidos por restaurantes no país que não optam por buffet.

Serviço à la française: o que é?

O que é serviço à francesa

Conhecido por ser sofisticado, minucioso e extremamente cerimonial, este estilo de mesa posta é tido como super requintado e realmente advém da cultura francesa ao ponto que foi instaurado e era amplamente usado pelos nobres franceses da Idade Média.

Indicado para ocasiões especiais ou jantares formais (em restaurantes, residências, navios, embaixadas, consulados, entre autoridades, em festa de casamento e formaturas, etc), esse protocolo de estilo dificilmente é esquecido. Porém, também é mais “trabalhoso” de se fazer acontecer.

Além disso, ainda necessita de garçons qualificados para realizar esse tipo de serviço de mesa, pois, por exemplo, estes devem sempre estar posicionados do lado esquerdo do cliente, e os pratos devem ser prontamente retirados assim que a refeição for finalizada. Ademais, um garçom serve 5 pessoas, e este é o máximo.

A cereja do bolo do serviço à francesa se dá na arrumação da mesa: é obrigatório o uso de sousplat (na tradução livre do francês, “sob o prato”) que representa uma peça embaixo do prato (ele é retirado para a sobremesa, e tão somente).

Ainda, o placement é essencial, ou seja, os lugares de cada convidado devem ser marcados. Se você procura elegância e exclusividade no seu negócio, invista no modelo à francesa.

Serviço à inglesa

É também chamado de serviço de mesa anfitrião e, em momentos, é bastante semelhante ao serviço francês de mesa posta. Vamos às suas particularidades?

Para começar, existem duas modalidades desse mesmo serviço, a direta e a indireta. Abordaremos sobre ambas separadamente abaixo, mas já adiantamos que esses meios evitam desperdícios de alimentos.

À inglesa direto

Bastante usado em rodízios diversos, pizzarias e churrascarias, o estilo anfitrião direto tem uma característica bem notável: o prato a ser servido é mostrado pelo lado direito do cliente e servido pelo lado esquerdo. Estabelecimentos mais formais que utilizam essa modalidade organizam a disposição dos alimentos no prato de maneira adequada e equilibrada também.

Esse modo é mais visto em restaurantes a la carte, por exemplo, e um garçom poderá servir até duas mesas (ou mais, caso possível).

À inglesa indireto

Ter garçons hábeis também é necessário para esse modelo, mas ele se diferencia justamente ao servir o prato. É mais formal que o anterior e necessita de espaço para sua aplicação no ambiente – que deve ser planejado para esse fim.

Ele funciona da seguinte maneira: o profissional traz a travessa da cozinha e a mostra ao cliente ou convidado pelo lado direito, e quando este manifesta o aceite, o garçom monta o prato sob o carrinho auxiliar e só depois o serve pelo lado esquerdo. Esse carrinho auxiliar é chamado Guéridon.

Agora que você já consegue identificar o serviço de mesa ideal ao seu tipo de empresa, que tal conhecer os sistemas de gestão para restaurantes que poderão te auxiliar em outros setores do negócio? A SG Sistemas entende do assunto e, por isso, te convido para que acompanhe nosso blog!

Roger Toshi

Roger Toshi, apaixonado por tecnologia aplicada ao varejo, é formado em Direito pela Unicesumar, com MBA em Gestão de Pessoas e Liderança pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2017 atua como gerente Administrativo e de Marketing da SG Sistemas.

Deixe um comentário