Valor percebido pelo cliente: um conceito para dar atenção!

Valor percebido pelo cliente: um conceito para dar atenção!

Você já fez alguma compra e teve certeza que valeu a pena cada centavo investido? É justamente isso que o mercado considera como valor percebido pelo cliente! Mas o inverso, – como aquela compra que não foi finalizada por que o custo-benefício não era justo ao seu ver – também faz parte deste conceito.

Para que você aprenda, de fato, como o valor percebido pelo cliente se aplica na realidade dos nossos negócios, bem como quais fatores podem influenciar essa valoração de um bem ou serviço, continue a leitura!

Valor percebido pelo cliente: o que significa?

Ilustração de homem trabalhando com ferramentas de marketing, acompanhada de escrita "Valor percebido pelo cliente: o que significa?"

O exemplo prático desse conceito você já tem, mas afinal o que é o valor percebido pelo cliente? Philip Kloter, o guru do marketing, desenvolveu esse conceito, que inclusive muito tem a ver com a jornada do cliente, haja vista que as estratégias de marketing, ao seu ver, têm de ser tanto voltadas a processos administrativos dos negócios quanto ao meio social em que um produto ou serviço será ofertado.

Partindo desta premissa, o valor percebido é a percepção do cliente sobre o preço e qualidade do produto ou serviço, ou seja, trata-se da análise da clientela acerca dos benefícios que aquele bem será capaz de gerar.

Engana-se quem acredita que o custo-benefício se baseia apenas na oferta, na promoção, no desconto, e a SG Sistemas te conta o porquê:

O custo-benefício do produto, para o consumidor, significa um investimento pecuniário que será dotado de alguma forma de satisfação a ele, após a compra. Pense: o valor pago é justo em vista do que o bem custa? Vai ser útil, vai fazer o cliente se sentir especial? Se a resposta for sim, o preço não importará tanto. Isso explica, por exemplo, como restaurantes caríssimos com decorações incríveis estão sempre com fila de espera para reservas.

O consumidor quer se sentir especial, e o empreendedor que pensa nisso alavancará seu negócio por meio do valor percebido pelo cliente.

Como usá-lo a favor da sua empresa?

Como dito acima, para que um negócio seja rentável e valioso ao cliente, o empreendedor tem que oferecer muito mais do que um bom preço, mas qualidade, eficiência, a promessa de sanar uma necessidade e até certa dose de “fantasia”. A oferta de um produto ou serviço deve fazer sentido no mundo real e prático.

Uma pizzaria gourmet um tanto quanto cara em uma cidade com pouquíssimos habitantes e de população simplista não vai ser tão rentável quanto o mesmo empreendimento em uma cidade em desenvolvimento social e econômico, polo de centros empresariais e indústrias, por exemplo.

Ademais, vale a pena comprar garrafas d’agua não reutilizáveis se você possui um filtro de água em sua casa? Mas, e comprar a mesma garrafa de água no meio do trânsito de um dia extremamente quente onde você não tem acesso a nenhuma torneira? Aí o cenário já muda, não é mesmo? E muda por que o valor do produto percebido pelo cliente é pareado a sua necessidade.

Deste modo, gestão de uma empresa deverá ser otimizada de maneira que as estratégias de comunicação da empresa com o cliente deveram ser descomplicadas e organizadas, afinal o consumidor também não quer ter que lidar com burocracias desnecessárias. O empreendedor pode fazer com que as comodidades digitais trabalhem a seu favor!

Para ler depois, nesta temática: Como fazer a previsão de demanda de forma correta e preparar seu negócio ao sucesso?

6 Dicas para aumentar o valor percebido pelo seu cliente

Já ficou cristalino que a percepção do cliente não se baseia apenas em preços e custos, mas sim com graus de satisfação, não é? Pensando nesta situações, temos algumas dicas que podem otimizar seu negócio e gerar mais valor a ser percebido pelo seu cliente.

Estratégias de marketing para otimizar o valor percebido pelo cliente

Como o conceito de valor percebido pelo cliente advém do marketing, que tal estudarmos o que mais essa especialidade tem a oferecer?

Ilustração de celular seguida do texto que é título desta seção

1. Invista em um bom marketing empresarial

Com isso, tanto seu consumidor se sentirá notado como sua empresa também ganhará visibilidade. Entender a psicologia do consumidor é essencial para manter seu público e ainda prospectar novos clientes!

2. Alinhe sua marca ao consumidor e com a sociedade

Empatia com o consumidor e com o mundo em que vivemos é um ponto chave de destaque de empresas na modernidade. Ter um branding direcionado a causas socialmente relevantes pode ser um diferencial. Consumir e ainda contribuir para um mundo melhor dá uma sensação de pertencimento, e sua persona provavelmente se sentirá bem com isso.

Além do mais, alinhar sua marca aos valores do seu consumidor te abrirá um leque de possibilidades de atuação mercadológica. Até onde seu cliente quiser e puder chegar, você ditará e fará o caminho.

3. Leve a jornada do cliente a sério e ofereça experiências

Não só bons preços devem ser oferecidos. Sabemos que estamos batendo nesta tecla, mas é pela sua importância. A jornada do cliente importa, por isso pense no seu público desde a pesquisa de mercado, até na construção de vendas descomplicas e um pós-venda indiscutível, com assistências e etc.

4. Foque na fidelização de clientes

Todas as etapas acima serão essenciais para que a fidelização de clientes se dê de forma eficaz. Se tudo está claro, o trabalho foi realizado com transparência e a experiência do cliente com seu produto ou serviço foi “gostosa como um abraço”, pode acreditar que deu certo.

A taxa de retorno nesses casos é maior, bem como a indicação. O “boca a boca” nas mídias sociais estão aí para comprovar justamente isso.

5. Invista em em produtos e serviços de qualidade perceptível

O ideal é que a empresa, por meio de uma gestão empresarial eficiente, aposte na diferenciação de um bem ou produto de modo que esta oferta se destaque entre a concorrência e conquiste a demanda para si.

Claro que não estamos indicando que as ações promocionais, descontos e ofertas sejam riscados da sua estratégia de venda, mas estas devem ser pontuais. O que pode – e vai – passar pela mente do consumidor é que, se uma empresa faz promoções muito frequentes, talvez seus produtos não tenham procura ou qualidade, então não vale a pena.

Ferramentas que auxiliam as empresas na valoração pelo cliente

Sabemos que o mercado empresarial contemporâneo está em constante inovação, ainda mais no setor digital. Use a tecnologia ao seu favor, empreendedor!

6. Invista em automatização da gestão de seu negócio

Atualmente existem softwares de gestão empresarial que irão auxiliar seu negócio a fluir de forma organizada e estratégica. Busque a integração de todas as atividades de um empreendimento. Saber a quantas anda seu negócio lhe ajudará a encontrar qual ponto da jornada do cliente cabe melhorias.

Leia o conteúdo que a SG produziu indicando 10 ferramentas de gestão para se ter em mente! Com certeza você encontrará uma que te interessa!

É possível concluir, então, que as atividades empresariais devem estar em consonância com o que o consumidor espera e anseia de um produto ou serviço, pois só desta forma o valor percebido pelo cliente será aumentado, e consequentemente, o ganho da sua empresa.

A SG Sistemas entende bem da eficácia de negócios em nossa realidade tecnológica, por isso, conte conosco para alavancar seus negócios!

Roger Toshi

Roger Toshi, apaixonado por tecnologia aplicada ao varejo, é formado em Direito pela Unicesumar, com MBA em Gestão de Pessoas e Liderança pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2017 atua como gerente Administrativo e de Marketing da SG Sistemas.

Deixe um comentário