07

jul
2020
Estoque sazonal: qual a melhor forma de fazer a gestão?

A gestão do estoque sazonal faz parte das tarefas fundamentais para a manutenção de um comércio saudável e próspero. Entender as necessidades do mercado ao longo do ano, especialmente nas muitas datas comemorativas é a chave do sucesso para alcançar o superávit.

Quer saber como administrar o seu estoque sazonal da melhor forma? O blog da SG te dá dicas valiosas para garantir a efetividade do seu negócio durante os períodos sazonais do ano. Acompanhe a leitura:

Os fundamentos do estoque sazonal

O estoque de antecipação, como também é conhecido o estoque sazonal, é apenas um dos muitos tipos de estoque com os quais gestores e donos de mercados livres precisam estar habituados. Além do sazonal, existem os estoques do tipo:

  • Consignado: de terceiros;
  • Inativo: produtos obsoletos;
  • Máximo;
  • Médio;
  • Mínimo;
  • De proteção: preventivo;
  • De contingência: para suprir demandas.

Todos esses reservatórios de mercadoria coabitam o espaço de um mesmo negócio, de forma que o equilíbrio entre as partes faz a diferença para a gestão total da empresa. Vale lembrar que o estoque sazonal tem como principal objetivo aumentar o número de vendas por meio de produtos específicos para a demanda do cliente.

Mas, afinal, qual a definição de estoque sazonal? Bem, estoque sazonal é o conjunto de produtos e mercadorias focalizada no atendimento de uma demanda fora do padrão. Isso inclui a maioria das datas comemorativas e períodos de início e fim de ano.

Carnaval, Dia das Mães, Páscoa, Dia dos Pais, Natal e Réveillon são alguns dos períodos sazonais que devem estar na mira dos gestores e lojista, por serem ótimas oportunidade de aumentar a margem de lucro do seu comércio.

Por esse motivo, o sucesso do estoque sazonal depende de um bom planejamento e, sobretudo, uma boa gestão durante todo o período. É aí que entram nossas dicas de hoje:

Antes e depois: organizando os estoques

Como você já sabe, a organização é a peça-chave quando o assunto é gestão de estoques. Essa característica torna-se ainda mais imprescindível em relação ao estoque sazonal, justamente por serem períodos que demandam um grande planejamento antecipado e possuem uma margem de duração não muito grande.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para que você consiga organizar seu estoque sazonal, olha só:

Planeje-se antecipadamente

Essa é a dica de ouro! O segredo do sucesso depende, naturalmente, do planejamento. Por isso, jamais deixe para movimentar-se em cima da hora, pois isso pode te custar uma fatia significativa de lucros.

Entenda os ciclos do seu negócio

Para o bom rendimento do estoque sazonal é preciso que os gestores conheçam muito bem os períodos de alta e baixa de seus negócios. Dessa forma, é muito mais fácil preparar-se para a sazonalidade, uma vez que você tem bem definido quais os períodos mais férteis para o negócio.
Vale ressaltarmos que entender as causas e os efeitos da sazonalidade em seu comércio também é fator mais que determinante.

Atente-se às tendências de mercado

A previsão de demandas é um processo que precisa estar internalizada na gestão de qualquer estoque, especialmente os de antecipação. Isso inclui estudar tendências do mercado e fazer projeções de quais produtos estarão entre os mais requisitados pelo cliente.

Além disso, a previsão também permite a definição da quantidade de mercadorias a ser adquiridas, o que evita excessos e faltas de produtos durante todo o período.

Crie um orçamento para alimentar o estoque

Agora que você sabe quais e quantos produtos integrarão o estoque sazonal, hora de planejar o orçamento! Definir a parcela do orçamento anual que será destinada aos estoques sazonais é uma forma de controle, gestão e de certificar-se do sucesso do seu negócio.

Considere, também, a disposição do orçamento durante o ano: se ele será disponibilizado de uma só vez ou gradualmente.

Negocie com os fornecedores

A negociação é algo que acontece independentemente da sazonalidade, mas torna-se ainda mais crucial em períodos específicos e datas comemorativas. As mercadorias de alta demanda costumam ser as mais inflexíveis na hora da negociação, o que não significa que o gestor deve deixar de negociar outros aspectos além do preço, como as condições de pagamento, a entrega e quantidade.

Mãos à massa: fazendo o controle do estoque

Quando chega o grande momento, é a hora que todo o planejamento do estoque sazonal é colocado à prova. Ainda assim, nesses momentos, a visão estratégica não pode deixar de ser colocada em prática pelos responsáveis e gestores do comércio.

Para que tudo dê certo de forma eficiente e lucrativa, é indispensável atentar-se a alguns fatores, que descomplicamos para que você possa entender melhor:

Controle dos níveis de estoque

Entradas e saídas? Registre-as imediatamente! É um dos processos fundamentais para determinar os níveis do seu estoque sazonal. Por meio dele, o gestor consegue saber os momentos de reposição e quando criar ações específicas para produtos com baixa saída.
Por isso, muita atenção ao controle dos estoques – detalhes como características físicas, prazo de validade, dados do fornecedor, preços de custo e venda – afinal, eles são os aspectos responsáveis pelos lucros.

Fluxo e giro dos produtos

Devido ao fato de os produtos sazonais serem específicos para aquele período do ano e à certa imprevisibilidade característica desse tipo de venda, quanto mais tempo o produtos passam nas prateleiras, menores são as chances de que ele seja vendido.

É aí que entra em ação o controle do fluxo e do giro dos produtos no estoque de antecipação. Ao menor sinal de que os produtos estão ficando encalhados: promoções, descontos e queimas de estoque!

Naturalmente, esses aspectos estão interligados aos estudos de mercados e previsões de demanda – eis, portanto, a importância da organização antecipada e bem detalhada dos estoques sazonais.

Inventários periódicos

Essa é uma dica válida não somente para a sazonalidade, mas para todos os momentos, para todos os tipos de estoque. O inventário é mais uma ferramenta de controle sobre a quantidade exata de produtos disponíveis em seu comércio.

Além disso, fazer inventários periódicos é uma maneira de se evitar perdas e desvios, reduzir custos, ter ainda mais conhecimento sobre o estoque e ajudar na tomada de outras decisões estratégicas.

Automação comercial

Porque é longo e exaustivo fazer inventários e controles manuais de estoques, a automação comercial por meio de softwares de gestão é a forma mais efetiva e prática de gerir mercadorias, produtos, receitas e muito mais.

Softwares como os da SG Sistemas atendem empresas de todos os portes e oferecem todo o suporte necessário para um negócio próspero e bem administrado.

E então, gostou das nossas dicas? Que tal conferir o nosso conteúdo sobre como precificar produtos? Não deixe também de acompanhar o blog da SG para receber atualizações semanais com conteúdos informativos e dicas utilitárias. Até a próxima!

  • Tags: