26

mar
2020
Inventário rotativo: como realizar com eficiência?

Um dos principais aspectos de uma empresa de sucesso é a presença de uma logística bem estruturada, que atenda as necessidades de todos os setores da mesma.

No caso de uma empresa de varejo, o local de armazenamento dos produtos é um ponto vital, pois é necessário que seja útil, funcional e tenha espaço o suficiente para que as mercadorias não fiquem mal armazenadas e possam a vir a deteriorar. Para que isso aconteça, a empresa deve adotar uma excelente solução no que diz respeito ao controle das suas mercadorias, que é o inventário rotativo. Mas, o que é inventário rotativo? Como funciona?

Antes de entrarmos no assunto, é importante entendermos que uma das principais ferramentas para manutenção da cadeia de suprimentos - que é o que abrange todo o armazenamento da matéria prima e produtos até o consumo - é o controle dos níveis de estoque. Afinal, ele é parte do patrimônio do empreendedor, pois é lá que se encontra grande parte do capital investido para atender as demandas do mercado.

Pensando nisso, decidimos trazer para você o que é inventário rotativo, como funciona e o que você irá precisar para realizá-lo com eficiência. Portanto, acompanhe o post e saiba mais sobre o assunto!

O que é um inventário rotativo?

De maneira simples, o inventário rotativo é um processo contínuo de recontagem de um estoque, que acontece em uma periodicidade definida pela empresa. Ou seja, esse método não se trata de uma contagem simples: é necessária uma cadência pré-determinada, com um intervalo específico, seja mensal, semanal ou até mesmo diário, que visa a organização e o controle da quantidade de produtos disponíveis, tanto nas prateleiras acessíveis para os clientes no interior da loja, quanto os que estão no estoque.

Por ser rotativo, como o próprio nome indica, esse tipo de inventário é eficaz para corrigir falhas, assim como o inventário tradicional, porém, com menor margem de erros, devido à constância e a maior precisão. Por conta disso, é garantida uma maior segurança no controle de estoque.

E sabe o que é melhor? Com o rotativo, não é necessário parar todo o estoque para fazer balanço: é possível que a contagem seja feita rapidamente devido à regularidade de controle.

Desse modo, você deve estar se perguntando: mas por que utilizar o inventário rotativo se já utilizo o tradicional? Qual sua utilidade? A seguir, vamos explicar melhor sobre as vantagens de usar o inventário rotativo. Confira!

Por que adotar o inventário rotativo na empresa?

Quem tem estoque em seu comércio sabe o quanto é difícil manter o controle do inventário. Isso resulta em problemas como produtos descartados por conta do vencimento do prazo de validade.

Além disso, o inventário rotativo é um método eficaz para reduzir as imprecisões e também possíveis ações de má fé dentro da empresa. A grande vantagem de investir na realização do inventário rotativo é justamente ter um controle muito mais completo do estoque de produtos e, consequentemente, ter uma margem de lucro mais real.

Também é uma forma de integrar as equipes de repositores e fiscais, assim como as áreas de compras e o financeiro da empresa, já que os dados estarão muito mais claros para todos realizarem um trabalho muito mais assertivo.

Acredito que você, como proprietário do seu negócio, já deve ter percebido como pode ser fundamental para o crescimento sólido da empresa implementar o inventário rotativo nas ações de controle de estoque e vendas. Mas, para quem nunca fez este inventário, a questão é como aplicar o inventário rotativo.

Afinal, como fazer o inventário rotativo?

Para começar a implantar o inventário rotativo, primeiro, é preciso ter uma equipe qualificada para executar o serviço, até mesmo as pessoas são fundamentais em processo de contagem e recontagem.

Além disso, você precisa ter uma equipe altamente confiável para que a contagem não tenha furos. Se você ainda não tem essa equipe dentro da sua empresa, análise de perfis e treinamentos serão necessários para compor um time altamente eficaz na confecção deste inventário.

Na medida em que esta equipe for se formando e os ajustes forem sendo encontrados e os erros sendo corrigidos, você perceberá que a utilização de um inventário rotativo e contagem de produtos é dependente também de automatização, para que os dados sejam computados. Ou seja, para a realização deste inventário, você precisará de um sistema de gestão completo e integrado.

Com um sistema eficiente e a utilização da tecnologia, como leitores de código de barras, a contagem fica muito mais eficiente. Pois, é possível realizar a contagem por grupo de produtos específicos, fornecendo também os dados sobre os produtos, as marcas e os fornecedores, bem como qual é a real saída destes itens do interior da loja.

E aí, gostou das nossas dicas sobre a importância e implementação do inventário rotativo na sua empresa? Tenha uma visão completa e mais segura do seu negócio.

As melhores dicas sobre empreendimento do ramo varejista estão aqui no blog da SG Sistemas e para conhecer melhor as nossas soluções, entre em contato com a nossa equipe e confira a melhor opção para o seu negócio!

  • Tags: