Sistema de controle de vendas: o que é como escolher?

Sistema de controle de vendas: o que é  como escolher?

Sistema de vendas: o que é? Confira 4 tipos e veja como escolher o seu

O sistema de controle de vendas pode ser considerado uma espécie de ferramenta tecnológica que oferece diversas facilidades de gestão para um negócio, além de uma maior otimização de tempo, tanto para o empreendedor quanto para a finalização do processo de compra do cliente.

Estamos falando de um software que permite que os responsáveis pela gestão tenham mais informações, podendo elaborar estratégias mais assertivas, além de acompanhar mais próximo e com detalhes o desempenho coletivo e individual dos vendedores.

Um software para a gestão de vendas precisa possuir integração entre as compras, financeiro, pagamentos, recebimentos e é claro, vendas. Toda essa integração entre os módulos permite que o empreendedor otimize tempo e foque no progresso do seu negócio.

Mas antes que possamos mostrar quais são os tipos de sistemas de controle de vendas disponíveis, é preciso entender o que é e como funciona o controle de vendas. Acompanhe o post!

O que é controle de vendas?

O controle de vendas de uma empresa é o processo que administra e supervisiona todas as vendas realizadas em um período pré-determinado. Para auxiliar nesta tarefa, o responsável pode utilizar desde planilhas manuais até softwares de gestão.

Independente de qual meio, os dados devem estar sempre atualizados com todas as informações de vendas como data, produtos, valores, nome do cliente, tipo de pagamento e mais de detalhes.

Ter um controle de vendas efetivo é a chave de sobrevivência financeira das empresas.

Leia também: 11 Indicadores de desempenho logístico para seu negócio.

Como funciona um sistema de vendas?

Ele funciona como uma espécie de auxílio para o controle de organização de todas as tarefas que são referentes ao processo comercial. Permitindo assim, um maior registro de informações sobre os clientes e também um histórico do relacionamento que ele possui com a empresa.

Outro detalhe é no auxílio que ele entrega aos vendedores. Com ele, é possível que se faça um acompanhamento de todas as etapas de um processo de compra, facilitando o trabalho, além de evitar falhas e retrabalhos, o que pode prejudicar na experiência do cliente com a empresa.

Tipos de sistema de controle de vendas

Os sistemas de controle de vendas podem ter um foco geral, que seria contribuir para a produtividade da equipe comercial e impulsionar as vendas. Mas cada sistema pode variar conforme o objetivo do negócio, o que pode trazer algumas diferenças nas abordagens durante os processos de venda.

Assim, confira abaixo quais são alguns desses sistemas de vendas que podem contribuir para a sua gestão:

1. Sistemas de vendas analítico

O tipo analítico tem como foco uma análise geral dos dados gerados pelo próprio sistema. Ele gera um relatório completo, possibilitando um maior entendimento do perfil do seu cliente e, consequentemente, facilitando que você alinhe sua abordagem ao que o usuário busca.

Este é um sistema muito utilizado em, por exemplo, varejos, e com isso se consegue ter maior assertividade no controle de estoque e nos dados, como mencionamos acima. Ele também garante relatórios de fácil acesso que podem ser acessados a qualquer momento.

Um bom exemplo é o SG Cloud, sistema específico para lojas e especializado em franquias e varejo. Ele é um software de gestão em nuvem utilizado por empresas de pequeno, médio e grande porte. É um software, apresenta grande desempenho, faz emissões de notas fiscais sem burocracia.

2. Sistemas de vendas colaborativo

O sistema de controle de vendas colaborativo busca fazer uma integração entre as diferentes equipes e setores em que estão envolvidos em todo o processo comercial. O grande objetivo deste sistema é trazer um maior trabalho em equipe e garantir que todos os envolvidos tenham acesso às informações mais importantes.

O SG Cloud, sistema que comentamos anteriormente, também pode ser utilizado para haver essa integração entre diferentes equipes dentro de uma empresa. E como ele se adapta facilmente em empresas de todos os portes, é uma excelente opção para aqueles que buscam uma maior assertividade nos processos comerciais.

3. Sistema de vendas operacional

Agora se tratando de um sistema operacional, o foco muda um pouco. Este tipo oferece muito mais suporte para as ações diárias dos vendedores. Ele busca trazer maior facilidade nas tarefas cotidianas de todo o setor comercial da empresa.

Um sistema que pensa em todas as necessidades específicas de uma empresa é o ERP (Enterprise Resource Planning), um sistema que integra todas as áreas de um negócio, oferecendo suporte à automação e aos processos de finanças, produção e recursos humanos. Com uma ferramenta dessa, o gestor controla todos os dados e informações e consegue ter uma visão geral da sua empresa, auxiliando a traçar metas mais assertivas para o futuro.

4. Sistema de vendas estratégico

Este tipo de sistema de controle de vendas oferece uma gestão com visão de todas as oportunidades e processos que um setor de vendas necessita, podendo também ajudar numa definição maior dos planejamentos estratégicos, que visam em bater as metas e atingir os objetivos da empresa.

E para uma empresa que quer uma gestão completa, o SG análise é uma ótima opção, mas nesse caso, esse é um modelo de software voltado para empresas de médio e pequeno porte. Um sistema prático e que garante o gerenciamento do seu setor de vendas e da empresa de maneira rápida e eficiente.

Além disso, esse tipo de sistema garante ao cliente cadastrado em seu sistema um acompanhamento de status, o que garante que cada serviço ou venda gerada seja informada via e-mail, deixando assim o cliente bem informado em relação ao seu produto.

Quais as vantagens de um sistema de vendas

A vantagem que um sistema de controle de vendas pode oferecer ao seu negócio, é a possibilidade de concentrar em único ambiente todas as informações e dados referentes a assuntos e processos comerciais. E tudo isso você percebeu que a SG Sistemas possui, não é mesmo?

Com este sistema de controle de vendas, a comunicação interna entre os setores comerciais e de marketing se torna mais eficaz. Isso evita alguns erros de comunicação, por exemplo, alguma decisão tomada que esteja completamente equivocada e que prejudique alguma estratégia relacionada às vendas.

Além disso, outras vantagens podem ser notadas ao adquirir um sistema de controle de vendas, como:

  • Melhor gestão de tempo;
  • Fortalecimento de relacionamento com clientes;
  • Processos comerciais mais ágeis;
  • Maior controle sobre as negociações;
  • Gestão financeira mais equilibrada;
  • Melhor acompanhamento do processo de vendas.

Como um ERP pode ajudar no controle de vendas?

Como já citamos, um ERP (Enterprise Resource Planning) é um software de gestão integrada e essa ferramenta pode auxiliar muito no controle de vendas. O SG ERP ajuda a ter uma gestão completa, especializada e integrada, permitindo aos colaboradores um maior controle de prazos, pagamentos e recebimentos.

Além disso, ele consegue processar variados tipos de dados, que vão desde o controle de equipamentos ao controle de ativos. Sem contar que ele possui telas descomplicadas e desenvolvidas para todos os processos dos negócios. Esse é um tipo de sistema de controle de vendas muito utilizado em supermercados.

Vimos que os sistemas de controle de vendas podem garantir muitos benefícios ao seu negócio, desde o controle de estoque ao acompanhamento do pedido do cliente. A SG Sistemas possui softwares que podem contribuir para pequenas, médias e grandes empresas de diversos segmentos. Se você quiser o melhor para o seu negócio, entre em contato com um de nossos especialistas!

Continue por aqui e veja todas as informações que temos disponível para você e para o seu negócio. Esperamos você no próximo post!

Avalie esse post

Roger Toshi

Roger Toshi, apaixonado por tecnologia aplicada ao varejo, é formado em Direito pela Unicesumar, com MBA em Gestão de Pessoas e Liderança pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2017 atua como gerente Administrativo e de Marketing da SG Sistemas.

Deixe um comentário