Gestão de indicadores: Por que manter uma? Saiba aplicar!

Gestão de indicadores: Por que manter uma? Saiba aplicar!

Você sabe o que é gestão de indicadores? Ou melhor, você conhece o potencial dela para sua empresa? Saber todas as informações, vantagens e aplicações desse modelo de gestão pode não ser tão simples quanto parece, especialmente quando estamos lidando com alguns pormenores.

Por outro lado, se entendidas todas as informações sobre gestão de indicadores, é possível alcançar um nível interessante do potencial do seu negócio no mercado, de forma a conseguir um bom e constante crescimento para ele.

Pensando nisso, reunimos tudo o que você precisa saber sobre essa metodologia para alavancar seu empreendimento. Aqui, você vai entender o que é, os tipos, dicas de utilização e aplicação da gestão de indicadores. Continue lendo e não perca nada!

O que é a gestão de indicadores?

Ilustração de homem ao lado de engrenagens, com o texto "O que é a gestão de indicadores?"

Em poucas palavras, podemos dizer que a gestão de indicadores é uma metodologia para recolher e analisar o desempenho empresarial com base em indicadores. Sua importância se dá, principalmente, por facilitar as tomadas de decisões da forma mais assertiva possível.

Para gestores e empreendedores em geral, a gestão de indicadores é uma grande aliada para gerenciar uma empresa, independente do tamanho dela. Trata-se de mais uma ferramenta para otimizar os processos administrativos de um empreendimento.

Não somente para recolher dados, esse modelo de gestão opera de forma avaliativa sobre a produtividade de colaboradores e desempenho total de todos os setores. Como consequência, a gestão de indicadores orienta os gestores na resolução de problemas e tomadas de decisões.

Quais são os tipos de indicadores?

Há 11 tipos de indicadores mais utilizados:

  • produtividade;
  • qualidade;
  • capacidade;
  • estratégicos;
  • competitividade;
  • eficácia;
  • efetividade;
  • eficiência;
  • rentabilidade;
  • valor;
  • lucratividade.

Desses 11, podemos dar destaque aos quatro primeiros. Os indicadores de produtividade funcionam para apontar o nível de rendimento de um setor específico de uma empresa. Os de qualidade, por sua vez, dizem respeito a qualidade e propriedade do produto/serviço final.

Veja mais sobre gestões de qualidade na nossa publicação: “Sistema de Gestão de Qualidade: conceito e importância

Indicadores de capacidade trabalham para entender habilidade e capacidade de um colaborador e quanto ele está apto a desenvolver seu trabalho dentro de um período específico. Já os indicadores estratégicos operam diretamente em metas não imediatas, de forma que os objetivos sejam desenvolvidos de forma aliada ao planejamento futuro da organização.

Como fazer um bom acompanhamento de indicadores?

Ilustração de homem apresentando relatórios, junto do texto "como fazer um bom acompanhamento de indicadores?"

Mais do que aplicar um gestão de indicadores, é preciso saber acompanhar de forma adequada.

Mas como fazer isso na prática?

É necessário que o acompanhamento seja realizado cotidianamente e que faça parte das atividades diárias de um gestor. Separe um momento no dia para entender e assimilar os resultados e evolução da sua empresa. Esse é o segredo para que a gestão de indicadores tenha sucesso na sua empresa.

Mas calma! Essa é uma prática necessária apenas para alguns indicadores, e não todos. Os de médio e longo prazo, como os indicadores estratégicos, por exemplo, podem ter acompanhamentos mais espaçados. Um bom acompanhamento necessita, ainda, de ações de melhoria para alcançar os resultados almejados.

Saiba como aplicar a gestão de indicadores na prática

Agora que você conhece as principais informações sobre a gestão de indicadores empresariais, é hora de entender como aplicá-la em seu empreendimento. Para tanto, selecionamos as etapas para implementar essa metodologia, confira:

1. Conheça e selecione os indicadores

A primeira etapa para aplicar uma gestão de indicadores na sua empresa é conhecer todas as possibilidades de indicadores e selecionar aqueles que melhor dialogarem com as funcionalidades e objetivos da empresa. Dessa forma, gaste um tempo estudando as oportunidades de indicadores para sua empresa de forma a garantir o melhor resultado.

Precisa de alguns exemplos para entender melhor todas as possibilidades? Aqui vão algumas sugestões:

  • ticket médio (o valor médio de cada venda realizada);
  • número total de vendas;
  • lucratividade do negócio;
  • taxa de clientes satisfeitos e insatisfeitos;
  • valor das mercadorias paradas em estoque;
  • número de vendas realizadas por cada funcionário;
  • taxa de fidelização de clientes (qual a porcentagem de clientes que voltam a comprar de você após a primeira compra?).

2. Defina uma ferramenta de gestão

Para esse momento, um software de gestão será de grandíssima ajuda. Com ele, você otimizará todos processos de gestão e conseguirá ter total controle sobre os resultados obtidos. Nosso software de gestão integrada, o SG ERP Windows, é um exemplo disso. Ele é responsável por sincronizar dados, organizar informações e funções, além de entender as necessidades dos seus consumidores.

Além disso, há outras ferramentas de gestão que você precisa conhecer, saiba mais sobre o assunto no nosso post “Principais softwares de gestão empresarial“.

3. Acompanhe os resultados

Como já mencionamos, o processo de acompanhamento de resultados e planejamento de ações de melhorias devem estar atrelados às atividades rotineiras da empresa. As empresas que se preocupam somente com a aplicação dos indicadores não obtêm todos os resultados possíveis e, com isso, encontram dificuldades muitas vezes não solucionáveis.

As consequências disso são nítidas: estacionamento de desempenho e impossibilidade de crescimento. Atente-se, portanto, a fazer um bom acompanhamento dos indicadores e planejar soluções para os problemas encontrados durante o processo.

A gestão de indicadores possui objetivo de alcançar um crescimento substancial da sua empresa, mas cada um dos indicadores contém uma finalidade específica. Entenda a que melhor fazer sentido para seu empreendimento e aplique da melhor maneira possível.

Confira nossas outras publicações sobre gestão empresarial no blog da SG e continue estudando sobre o tema por aqui. Até a próxima!

Roger Toshi

Roger Toshi, apaixonado por tecnologia aplicada ao varejo, é formado em Direito pela Unicesumar, com MBA em Gestão de Pessoas e Liderança pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2017 atua como gerente Administrativo e de Marketing da SG Sistemas.

Deixe um comentário