Como alcançar a alta performance na gestão de franquias

Como alcançar a alta performance na gestão de franquias

A gestão de franquias é mais complexa, se comparada à gestão das empresas convencionais, pois exige do gestor um pensamento sistêmico para englobar todas as necessidades de sua rede.

Diante disso, muitos gestores podem encontrar dificuldades que os deixem estagnados na gestão de seus negócios – o que não deve acontecer nunca! Afinal, manter o controle da situação torna possível ter previsibilidade, o que dá mais segurança na hora de tomar decisões que guiem a rede até o sucesso.

Por isso, disponibilizamos aqui algumas dicas que podem te ajudar com a gestão de franquias. Continue a leitura e descubra como recuperar o controle da situação para colocar seus negócios nos trilhos certos.

alta performance em gestão de franquias

8 dicas essenciais para a gestão de franquias

No mercado de franchising, a padronização dos processos deve reinar visto que esse é o fator que diferencia esse modelo de negócios dos outros. No entanto, o que pode parecer natural para as franquias é fruto de muito trabalho e dedicação dos gestores.

Por isso, garantir todas as vias que permitam a padronização das lojas é algo essencial para a gestão de franquias. Veja só por onde começar:

1. Mantenha um relacionamento próximo com sua rede de franqueados

O primeiro passo é criar uma verdadeira parceria entre franqueador e franqueados. Essas são as pessoas que estão no mesmo barco que você nesta empreitada e todos almejam a mesma coisa: o sucesso das franquias.

Muitos gestores caem na armadilha de manter um relacionamento com seus franqueados baseado nas relações de autoridade e domínio, agindo acima destes como um ar fiscalizador.

Esse é um erro pois gera distanciamento e até mesmo inimizades, o que – obviamente – é maléfico para a gestão de qualquer negócio.

Prefira manter proximidade com seus franqueados, criando companheirismo entre as partes. Pode parecer básico e irrelevante, mas é algo capaz de alavancar o engajamento da rede e, consequentemente, os resultados alcançados.

2. Invista em um bom processo de onboarding de novos franqueados

Onboarding é o nome dado para a jornada de capacitação que um novo franqueado deve passar quando aderir à rede. É o período em que essa pessoa será treinada, apresentada a todos da rede e seus procedimentos.

Ali, ele deve adquirir os conhecimentos necessários para dominar as habilidades, competências e comportamentos que farão sua franquia deslanchar.

Crie um procedimento completo e efetivo para mitigar os erros mais comuns no início de novas franquias de sua rede. Seu processo de onboarding pode ter: reuniões de alinhamento, treinamentos presenciais e virtuais, período de imersão na gestão de outra franquia da rede e leituras de materiais e guias que instruam o novo franqueado.

3. A capacitação dos franqueados deve ser constante

Na hora de decidir para onde os investimentos de sua franquia vão, nunca se esqueça dos treinamentos da equipe. Até mesmo seu franqueado mais antigo, que domina todos os procedimentos da marca, pode se beneficiar de uma capacitação para aprimorar sua gestão!

Não deixe que a fase de treinamentos e capacitações se reserve apenas ao período de onboarding. Pelo contrário: crie uma rotina de capacitações ao longo do ano para aumentar sempre o desempenho de seus franqueados.

Alguns temas que podem ser trabalhados por treinamentos junto de sua rede, sejam presenciais ou virtuais, são:

  • metodologias ágeis;
  • liderança;
  • excelência em gestão;
  • gestão financeira;
  • organização pessoal;
  • definição de metas;
  • gestão de pessoas;

Entidades como o Sebrae e as Associações Comerciais oferecem esses tipos de cursos e podem, inclusive, se tornar suas parceiras para a aplicação dessas capacitações com seu time de franqueados.

4. Faça um Planejamento Estratégico em Rede

Todo gestor já sabe o quanto o planejamento estratégico é primordial para a gestão de um negócio. É por meio dele que serão definidos os objetivos da organização, quais caminhos serão tomados para cumprí-los e quais metas indicam que eles estão sendo alcançados.

Isso é o básico, e sua franquia provavelmente já deve ter um. A nossa dica é criar um Planejamento Estratégico em Rede, isto é, trazer todos os seus franqueados para construir objetivos conjuntos.

Com isso, você garante maior coesão entre sua rede de franchising, pois todas as unidades trabalharão seguindo o mesmo norte, que foi definido com a participação de todas elas.

5. Crie uma rede de conhecimento

Outro grande diferencial do modelo de negócios seguido pelas franquias é a reunião de diversos empreendedores, com conhecimentos especializados em diversas áreas. No entanto, poucos franqueadores exploram esse recurso.

Você pode criar uma grande rede de conhecimento ao reunir seus franqueados e criar uma cultura de compartilhamento de experiências. Assim, é possível descentralizar as informações e fazer com que todos os franqueados se ajudem para conquistar melhores resultados.

6. Mantenha as finanças sempre sob controle

Negligenciado por muitos, o controle financeiro também é um fator decisivo para o bom desempenho de uma organização. Por conta disso, é essencial prestar atenção redobrada nos processos que envolvem as transações financeiras realizadas por sua franquia.

Não existe segredo: o mais correto é manter a disciplina, fazer o registro e a documentação de tudo! Para isso, você pode usar planilhas online ou sistemas de gestão que permitam manter este controle.

Além de ser essencial para a contabilidade da sua empresa, o controle bem feito permitirá visualizar a situação real de suas finanças e funcionará como auxílio na tomada de decisões.

7. Conheça seu público a fundo

Os clientes funcionam como motor para seus negócios. Não há porque manter um controle financeiro muito bem estruturado ou um planejamento estratégico detalhadíssimo se não houver vendas: é para atender seus clientes que seu negócio funciona!

Por isso, a captação de novos clientes deve estar sempre na mente dos gestores. Nesse sentido, é essencial conhecer quem é o público que compra de sua franquia e definir estratégias em cima disso.

É possível contratar uma pesquisa de mercado e, com ela, entender o que seu público valoriza, onde ele compra, quando compra e quanto está disposto a pagar, entre outros fatores tão decisivos para sua aquisição de clientes.

Não se esqueça de compartilhar esse conhecimento com toda a rede, para que os franqueados também consigam trabalhar tendo em foco as características do seu perfil ideal de clientes.

8. Tenha presença digital

Hoje em dia com a popularização dos smartphones os mais diversos públicos têm acesso à internet e, principalmente, às redes sociais. Não importa se sua persona seja do público jovem e universitário ou se é da terceira idade: quem não tem presença digital nos dias de hoje não tem credibilidade com o público!

Com isso em mente, reveja as ações que sua marca manteve na internet nos últimos tempos e avalie se não é preciso mudar suas estratégias para se tornarem mais assertivas com seu público.

Negligenciar a presença digital pode significar, ao longo prazo, a perda de um número expressivo de clientes para a concorrência.

dicas de gestão de franquias

Dica extra: a automação é o futuro!

Além de promover as mudanças na gestão do seu negócio indicadas aqui, uma grande mudança que pode gerar resultados é apostar na automação de seus processos. Assim, a sua gestão pode deixar de lado as tarefas operacionais e prestar atenção no que realmente importa para a geração de valor.

Se sente que a automação de processos em sua franquia gerará bons resultados em seu negócio, leia também nosso post que te ajuda a entender qual é o melhor software de automação comercial!

Te aguardamos por lá nesse outro post!

Roger Toshi

Roger Toshi, apaixonado por tecnologia aplicada ao varejo, é formado em Direito pela Unicesumar, com MBA em Gestão de Pessoas e Liderança pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2017 atua como gerente Administrativo e de Marketing da SG Sistemas.

Deixe um comentário