21

mai
2018
Saiba tudo sobre self-checkout e veja as vantagens para o seu negócio

Você tem uma rotina movimentada e faz de tudo para evitar perder tempo? Hoje em dia, estamos cada vez mais ocupados e, por isso, precisamos otimizar simples atitudes do dia a dia, como passar as compras no caixa do supermercado. Com a função de permitir que o cliente passe suas compras sem precisar enfrentar grandes filas, o self-checkout é muito mais rápido que o caixa convencional, por isso veio para ficar. 

As formas de consumo social mudam a cada ano. Com a evolução tecnológica, o comportamento dos consumidores apresentam alterações, uma delas é o hábito de fazer compras pela internet, por exemplo, que garante muito mais comodidade e praticidade para os clientes efetuarem seus pedidos por meio de sites ou aplicativos e receberem em suas próprias casas.

No entanto, nem sempre é compensatório comprar tudo pela internet. Algumas pessoas ainda preferem, por exemplo, ir aos supermercados para olharem de perto os produtos que estão disponíveis nas prateleiras e hortifrútis.

Por isso, ainda é muito benéfico levar toda a modernidade da compra pela internet à esses consumidores que não abrem mão da presencialidade, tendo em vista que mesmo as pessoas estando cada vez mais ocupadas, prezam por uma experiência presencial na hora de realizar tarefas que geralmente são burocráticas, como ir ao banco, lojas e supermercados. 

Por fim, melhorar o atendimento para o consumidor dentro do supermercado é garantir sua fidelização, afinal, otimizar o seu negócio para melhor atender seus clientes é quase que uma obrigatoriedade. Essa obrigação pode ser sanada com a implantação do self-checkout na empresa e é disso que vamos falar hoje.

Neste post você vai entender, além do conceito básico, quais são suas principais vantagens e se é confiável. Vamos lá! 

O que é self-checkout? 

A nomenclatura self-checkout é autoexplicativa. "Self" como o termo indica, significa que é o usuário quem realiza o serviço e, por sua vez "checkout" em tradução livre significa caixa.

Sendo um termo cada vez mais conhecido, esse modelo de autoatendimento está se expandindo no Brasil por sua redução de custos com funcionários. Pois, com este item, o trabalho do caixa é assumido pelo próprio consumidor e um só atendente pode fazer a vistoria de até quatro máquinas.

Além disso, o self-checkout tem tamanho reduzido do caixa convencional, então o proprietário da loja ou supermercado pode colocá-lo em espaços menores. Porém, alguns clientes e até mesmo empreendedores têm dúvidas sobre como o processo funciona. Isso é o que você vai saber no próximo tópico. 

Mas, como funciona?

O autoatendimento, ou self-checkout, funciona de forma muito simples. Primeiramente, o consumidor posiciona a cestinha de compras em sua base. Em seguida, posiciona os produtos nas scanners laser para registrar o código de barras.

Produtos que não têm códigos, como frutas, legumes e verduras são pesados pela própria pessoa na balança da máquina. Por fim, o monitor apresenta todos os itens escaneados para que o cliente faça a conferência.

Todos os itens podem ser guardados na sacola logo após o escaneamento. Então, o cliente termina a compra, tem a opção de realizar o pagamento com cartão de crédito ou débito e recebe a nota fiscal. 

Mais algumas vantagens do autoatendimento

Como você viu no início deste post, uma das principais vantagens do self-checkout é a redução de custos, mas os benefícios não param por aí!

O autoatendimento também é mais rápido do que os caixas tradicionais, resultando na diminuição das filas e o tempo de espera, ou seja, promove satisfação para aqueles que têm pressa.

Além disso, o consumidor também pode preferir o self-checkout por ser mais privativo. Com ele, não há necessidade de interação com colaboradores do mercado, nem outros clientes. Para aqueles que desejam um momento mais objetivo, essa opção é incrível. 

Com tantas vantagens, se estabelece uma segurança maior de que você, empreendedor, manterá a saúde e o bom funcionamento do seu estabelecimento. Afinal, mais importante do que gerar lucro, é promover satisfação e bem-estar a quem escolheu o seu negócio para fazer compras. 

O self-checkout é confiável?

Alguns donos de supermercados ainda têm o receio de implementar a máquina no estabelecimento, tendo em vista que quem passará a compra é o próprio cliente sem a vistoria de um funcionário.

Uma forma de resolver esse problema é manter um funcionário neste mesmo ambiente. Ele terá a função de fiscalizar as operações e garantir que o consumidor passe todos os produtos da cesta, além de tirar dúvidas do público. 

E tem mais: o gestor do supermercado pode colocar câmeras de segurança acopladas no autoatendimento para monitorar e registrar em tempo real todas as transações. 

Por fim, independentemente te gastar um pouco mais do seu orçamento com essas questões de segurança, o self-checkout ainda continua muito lucrativo e com ótimo custo-benefício. 

Humanizar a tecnologia 

Agora que você conheceu o que é self-checkout, como a máquina funciona e quais suas vantagens, está mais preparado para começar a transformar o seu supermercado em uma empresa otimizada e mais ágil.

Tudo isso graças a tecnologia, que a cada dia traz soluções inteligentes tanto para pessoas como você, que deseja melhorar o seu serviço, quanto para aquelas que ainda estão iniciando neste ramo de negócios.

Por fim, lembre-se que nenhuma máquina substitui a qualidade do serviço. Mesmo com tantos produtos que dispensam um funcionário, é muito importante ter um ambiente humanizado que respeita o próximo.

Este conteúdo foi útil para você? Deixe aqui embaixo a sua opinião ou pergunta sobre o tema. O Universo dos sistemas para pontos de venda é enorme e está em expansão. Por isso, fique de olho em nossas novidades.

Além disso, compartilhe este artigo com seus amigos e siga a SG Sistemas nas redes sociais, para saber em primeira mão as mais recentes novidades sobre os assuntos que você mais se interessa. Até mais! 

  • Tags: