07

ago
2019
Dicas para melhorar a sinalização interna no supermercado

Você já entrou em um estabelecimento e se sentiu perdido, sem saber onde fica o que está procurando? Essa sensação de desnorteamento é muito ruim, especialmente para o cliente que está com pressa e não tem tempo para ficar perambulando o lugar, procurando o item desejado.

A desorientação faz com que o consumidor tenha uma experiência negativa na loja, e, consequentemente, seja mais difícil ele retornar e fazer outra compra. Afinal, os clientes gostam de sentir que conhecem o lugar e ir diretamente no item que desejam comprar.

No supermercado, então, o sentimento de deslocamento é ainda pior, devido à grande quantidade de produtos no interior da loja. Desse modo, vemos o quanto é importante sinalizar onde cada segmento do supermercado se encontra e dispor os itens de maneira estratégica para que os clientes procurem de forma intuitiva.

Isso garante uma melhor experiência de compra ao consumidor, pois, além de o cliente se sentir à vontade no estabelecimento, poupa tempo, esforço, e garante que ele retorne futuramente.

Sendo assim, viemos trazer algumas dicas para você, supermercadista, melhorar a sinalização interna do supermercado e fazer com que seu cliente consiga se localizar no interior da sua loja.

Acompanhe a leitura e aprenda como!

Sinalização interna no supermercado: quais os tipos?

Antes de saber como sinalizar o ambiente, é importante saber quais os tipos de sinalização indispensáveis em qualquer supermercado. Veja quais são:

1) Sinalização de segurança: A sinalização de segurança é importantíssima para manter o bem estar e a seguridade dos clientes que permanecem no estabelecimento. Isso inclui direcionamentos para saídas de emergência, extintores de incêndio, partes em reforma e, claro, avisos sobre pisos molhados. Tratam-se de sinalizações importantíssimas para que ninguém se machuque no interior de sua loja: todo cuidado e proteção é pouco.

2) Sinalização de espaço: Além dos avisos de segurança, é importante apresentar ao cliente onde ficam localizados os setores, como, por exemplo, um guia. Aqui, entram as sinalizações arquitetônicas: banheiro, caixas de pagamento, açougue, hortifruti etc.

3) Sinalização de promoções: Se você quer atrair o cliente a um produto específico que esteja em promoção, vale apostar em uma sinalização diferencial para os itens em oferta. Assim, as pessoas vão querer visitar o setor e aproveitar as promoções - é venda na certa!

Todas as sinalizações devem ser devidamente feitas para que haja uma comunicação visual com o cliente. Confira, a seguir, dicas de como tornar essa comunicação eficaz e garantir que a clientela consiga fazer a compra de maneira satisfatória.

3 dicas essenciais para melhorar a sinalização interna!

Como bem sabemos, uma boa sinalização garante um momento de compra mais satisfatório ao cliente, pois evita a sensação de desnorteamento. Sendo assim, devemos fazer o máximo para otimizá-la e garantir uma boa experiência de compra ao consumidor.

Veja como:

1) Disponibilize a sinalização de acordo com o comportamento do cliente

Você já reparou que os clientes seguem um tipo de roteiro na hora da compra? Se não, repare: normalmente, eles começam pelos itens básicos e essenciais, como arroz, feijão, óleo… Depois, vão para os itens menos importantes e, por último, os considerados supérfluos.

Pensando nisso, é interessante organizar os setores de acordo com o percurso padrão, sempre colocando placas direcionando os corredores.

Analisar o percurso do comprador também favorece estratégias de venda. Por exemplo: se colocar um item de necessidade básica no corredor, vai fazer com que o cliente passe por outro setor e se depare com produtos que podem ser do interesse dele, mesmo que não seja prioridade na cesta. Não é à toa que os açougues e padarias são localizados no final dos corredores.

2) Pense na sinalização como comunicação visual

A identidade visual de um estabelecimento comercial é o que o torna único perante os outros comércios. Por isso, é importante estabelecer uma identidade visual em todo o supermercado, mantendo uma harmonia entre os elementos para que haja um padrão na identidade visual.

Se houver um padrão na sinalização, vai ser muito mais fácil para o cliente se localizar, pois vai saber identificar as placas com muito mais rapidez. Além de organizar, o padrão faz com que o ambiente fique esteticamente mais bonito e funcional.

Mas não faça nada a mão! Um supermercado que oferece um padrão de qualidade deve contratar a ajuda de profissionais de design gráfico para deixar as placas com “a cara do mercado”.

3) Identifique todos os setores

Se você não costuma frequentar ou vai pela primeira vez a um supermercado específico, não vai saber onde ficam posicionados os setores. Colocando-se no lugar do cliente, é possível perceber como é importante guiá-lo, deixar ele informado onde ele deve ir se deseja encontrar um determinado item é crucial.

É relevante ter como base um modelo padrão, pois assim o consumidor vai encontrar muito mais facilmente os produtos desejados sem precisar perambular o mercado todo sem rumo. E mais: é fundamental colocar placas com letras legíveis e grandes, para que todos consigam identificar o que está escrito sem muito esforço.

Pense também na funcionalidade dos espaços: não faz sentido alocar os produtos de higiene do lado do hortifruti, não é mesmo? Pense nas áreas mais frias do espaço e siga um posicionamento lógico para preservar melhor os produtos e ajudar os clientes a acharem de modo intuitivo cada setor.

Viu como fazer uma sinalização adequada faz toda diferença? Agora que você, empresário, sabe como melhorar a sinalização interna do seu supermercado, é hora de colocar os conhecimentos em prática, afinal, toda melhoria é bem-vinda, concorda?

E falando em melhoria, a SG Sistemas oferece soluções que fazem toda diferença no seu supermercado, desde o controle de estoque até o controle fiscal. Confira nosso software direcionado especialmente para supermercado de todos os portes e sinta a diferença em seus lucros! Acompanhe nosso blog e confira outras dicas de gestão de supermercado.

  • Tags: