24

mai
2018
Como organizar melhor o Layout de gôndolas dentro do supermercado?

Como organizar melhor o Layout de gôndolas dentro do supermercado?

Sabemos que dentre os sentidos do ser o humano a visão é a mais privilegiada na hora de efetuar uma compra. Sendo assim, é um consenso que os elementos visuais são importantíssimos quando pensamos em vendas! Isso significa que primeiro a pessoa compra com os olhos. Ou seja, o que ela está vendo é que irá fazer se interessar produto ou não. Por essa razão que as empresas no ramo de alimentação investem tanto em design de embalagens e disposição do produto dentro das lojas que comercializam as mesmas.

Atualmente, muitas empresas têm profissionais contratados especificamente para trabalhar na organização da disposição de produtos dentro das lojas. Esses profissionais negociam com o próprio estabelecimento por espaços de melhor visualização dentro da loja. Essa tarefa traz muitos impactos positivos para as vendas dos produtos. Uma vez que existem estratégias elaboradas, por meio de estudos, que fazem com cliente decida por colocar determinado item dentro do seu carrinho de compras. Mesmo que ele não tenha ido ao supermercado decidido a comprar aquela mercadoria.

Não é por acaso que as mercadorias que são consideradas supérfluas estão posicionadas exatamente próximas de onde são formadas as filas dentro das lojas. Essa é apenas uma das estratégias para atrair compradores. Como exemplo, podemos considerar as crianças, que vão ao supermercado acompanhando os pais. A tendência é que as crianças sempre consigam convencer os pais a levar uma guloseima para casa, ou até mesmo os próprios adultos que, muitas vezes, optam por pegar um chocolate ou salgadinho para levar na hora de finalizar a compra no caixa.

gondolas de supermercado

Como organizar as gôndolas de maneira estratégica?

 

As estratégias para posicionar os produtos, a fim de aumentar as vendas dos mesmos, dentro do supermercado são muitas.

Primeiramente, é preciso organizá-los por sessão. Não faz sentido deixar os produtos de limpeza próximos aos alimentos, por exemplo. Depois de definir os posicionamentos das sessões dentro do supermercado, o ideal é sempre deixar os produtos dispostos por categorias, marcas e tipos, ou seja, é necessário deixar os produtos nivelados o mais simetricamente possível nas gôndolas. Os clientes irão desorganizá-los durante o dia, por isso é necessário que funcionários ou promotores terceirizados estejam sempre dispostos para reorganizar as seções.

Outro ponto importante é que os produtos estejam sempre limpos, isso por que produtos empoeirados, sujos ou melados desencorajam os clientes a comprá-los.

Além dessas estratégias mencionadas acima, existem estratégias de posicionamento de produtos por níveis nas gôndolas, ou seja, posicionamento de produtos em relação a altura do nosso campo de visão. Esses níveis são:

 

Acima da cabeça

Os produtos que devem ser posicionados acima da linha de visão dos consumidores são produtos que possuem menor índice de vendas. Geralmente, são aqueles que têm procuras específicas. Ou seja, aqueles que as pessoas vão comprar para sanar uma necessidade especial, que somente aquele produto irá atender. Ou ainda, os produtos que possuem públicos específicos pra eles.

 

Altura dos olhos

Esse é, com certeza, o ponto mais disputado pelas marcas dentro do supermercado, visto que é o nível que mais impulsiona as vendas dos produtos. Muitas vezes esses pontos são negociados pelas grandes marcas ou mesmo são reservados aos produtos mais famosos, visto que trazem maior fluxo de vendas e, assim, maior lucratividade para o mercado.

Dependendo da sessão de produtos, são posicionados nesse nível, também, os que possivelmente serão escolhidos por impulso. Produtos como cereais, biscoitos, chocolates, salgadinhos, produtos importados entre outros. Isso por que esse é o ponto de maior visibilidade, as compras por impulso, nesse caso, são maiores.

Além disso, o cérebro humano não é programado para realizar procuras mais detalhadas por produtos similares quando estamos com pressa. Portanto, a tendência é que optemos por produtos mais conhecidos quando eles estão neste ponto de visão, independente do preço.

 

Linha da cintura

Este nível é, geralmente, o segundo ponto mais interessante para exposição de produtos. Muitos supermercados optam por posicionar nessa área as mercadorias que podem ter grande procura por parte dos clientes. Então, o ideal é posicionar nessa altura produtos essenciais para o dia a dia dos consumidores. Ou seja, produtos com grande rotatividade no cotidiano dos mesmos.

Nesse sentido, como as pessoas necessitam bastante desses produtos, elas não deixarão de procurar por esses itens nas gôndolas dos corredores.

 

Abaixo da cintura

Como o nível abaixo da cintura não faz mais parte do nosso campo de visão é interessante que sejam posicionados nessa área os produtos mais baratos, de marcas que possuem menos impacto no mercado. São mercadorias procuradas, justamente, por consumidores que buscam por preços melhores ou que, até mesmo, estão com mais tempo para procurar por produtos mais detalhadamente.

Dessa forma, mesmo que esses produtos não estejam diretamente posicionados no nosso campo de visão, determinados tipos de consumidores tendem a procurá-los da mesma maneira, pois são produtos essenciais e mais baratos.

 

Nível do Chão

Quando consideramos as prateleiras que estão no nível do chão, percebemos que esse espaço é reservado para as ilhas de mercadorias.  Geralmente, são reservados para os produtos mais pesados como fardos de bebidas fechados (refrigerantes, cervejas, leites, sucos de caixas, etc.) ou, ainda, produtos em sacos com mais de cinco quilos, como arroz ou ração para PET’s.

 

Organização por prazos de validade

Outra estratégia bastante válida é posicionar os produtos de acordo com a data de validade dos mesmos, sempre posicionando os que estão mais perto do vencimento na frente nas gôndolas, isso reduz, consideravelmente, a perda de produtos.

Algumas pessoas até se atentam a questão da validade, escolhendo os produtos com data de validade mais longa, porém, essas pessoas ainda são minorias dos consumidores, visto que a maioria desses prestam mais atenção em questões de preço em relação às marcas mais famosas ou as que oferecem melhor custo-benefício.

Leia Mais

Como Realizar a Gestão de Pessoas no Ramo Supermercadista

Como Atrair e Atender Bem os Clientes em Períodos Festivos

Como Montar um Supermercado

  • Tags: